7 áreas de atuação para seguir na carreira esportiva
Aprendizado

7 áreas de atuação para seguir na carreira esportiva

Escrito por Unisport Brasil

A carreira esportiva tem chamado à atenção de muitas pessoas na hora de optar por um caminho na vida profissional. A importância atribuída ao exercício físico é crescente. Junto a ela, as novas tecnologias disponíveis no mundo dos esportes têm gerado diferentes oportunidades para quem escolhe a área da Educação Física.

Pensando na diversidade de opções, criamos este post para aqueles profissionais de Educação Física que desejam mudar, ou simplesmente conhecer outras possibilidades de atuação. E também para aqueles que estão escolhendo uma profissão e gostariam de saber um pouco mais sobre a área da saúde e da atividade física.

Ficou curioso? Então continue lendo e descubra 7 áreas de atuação para seguir na carreira esportiva!

1. Treinador profissional

Uma das profissões mais lembradas quando se fala em Educação Física é a de treinador profissional. Grande parte das pessoas que optam por essa formação eram boas ou gostavam muito de algum esporte, porém, não conseguiram seguir a carreira como atletas.

A oportunidade de ser treinador profissional, então, é uma excelente forma de se manter dentro do esporte. Para conseguir se dar bem nessa profissão é preciso estudar as técnicas e táticas do jogo, além de saber lidar com pessoas e ter uma boa liderança de grupo.

2. Preparador físico

A parte física é uma área determinante para o sucesso no mundo dos esportes. Qualquer equipe que tenha um bom preparador físico tem chances mais elevadas de obter sucesso em uma competição.

Esse trabalho tão importante é preenchido pelos profissionais de educação física. Para tanto, é necessário ter um ótimo conhecimento em fisiologia do exercício, domínio do funcionamento metabólico do corpo, além de conseguir traçar boas estratégias para alinhar a informação com a prática.

O preparador físico pode atuar tanto em times profissionais, como em amadores. Além disso, pessoas que jogar qualquer esporte nos momentos de lazer também podem requerer os trabalhos desse profissional para melhorar o desempenho no jogo.

3. Analista de desempenho

O analista de desempenho compõe a comissão técnica de uma equipe. Ele é o responsável por analisar cada atleta em seus mínimos detalhes. Com a ajuda da tecnologia, o analista consegue identificar quais são as principais habilidades de cada jogador, além dos seus pontos que precisam ser melhorados. Além disso, o adversário também é estudado. Essa análise prévia ajuda o treinador nas tomadas de decisões, fazendo grande diferença dentro de campo.

A profissão de analista de desempenho já está consolidada em outros continentes como Europa e América do Norte, e tem ganhado força no Brasil, tornando-se uma excelente opção de carreira esportiva. Como a área de atuação é relativamente nova, aqueles que desejam ter sucesso nela devem se especializar para sair à frente da concorrência.

O mais indicado é fazer cursos, assistir a palestras e ler artigos e livros sobre o assunto. Se você gostou dessa área de atuação, não deixe de se capacitar. Lembre-se que profissionais mais atualizados levam vantagens no mercado de trabalho.

4. Treinador de iniciação esportiva

A iniciação esportiva, em grande parte das vezes, é o primeiro contato da criança com algum tipo de esporte. Os profissionais que decidem seguir essa área devem ter afinidade com o público infantil, além de conhecer todas as fases e os aspectos do desenvolvimento motor.

Durante a iniciação esportiva, as crianças aprendem habilidades motoras que levarão por toda a vida. Por esse motivo, o treinador tem um papel fundamental para o desenvolvimento dos pequenos atletas.

As aulas são repassadas de forma lúdica e instintiva, para que todas as crianças possam participar. É importante destacar para aqueles que pretendem se especializar em iniciação esportiva que há uma grande diferença entre ela e a especialização esportiva.

A iniciação diz respeito à introdução da criança no esporte que, como já falamos, deve ocorrer de maneira descontraída e divertida. Já a especialização esportiva é destinada para profissionalizar uma criança em determinada modalidade, sempre tomando o cuidado de não forçar a criança além do que sua maturação permite.

5. Coach esportivo

Muitas pessoas entendem que o coach esportivo é sinônimo de treinador. Entretanto, a função dos dois é distinta, o que caracteriza duas profissões diferentes.

O coach esportivo é um profissional que trabalha com os atletas e com a equipe, de forma separada. A principal função atribuída a ele é fazer com que todos tenham um autoconhecimento, para que possam aproveitar de uma forma mais positiva suas habilidades, dando o melhor de si e tendo como consequência um aumento de produtividade.

É dever do coach esportivo fazer com que os atletas se conheçam, saibam o seu potencial e tenham confiança em si mesmo e uns nos outros. Muitas vezes, grandes talentos acabam não alavancando na carreira por motivos externos, não ligados ao seu desempenho, mas que o afetam de maneira direta.

6. Olheiro

A profissão de olheiro existe a muitos anos. Contudo, nos últimos tempos os profissionais que trabalham procurando talentos tem se qualificado cada vez mais, o que atrai muitos educadores físicos.

Os olheiros atuais têm a tecnologia como aliada. Eles conseguem analisar um atleta de uma forma muito mais ampla que antigamente, o que diminui as chances de apostar as fichas no jogador errado, e aumenta a capacidade técnica referida de quem está observando e escolhendo as futuras promessas.

O futebol é o esporte com mais espaço para aqueles que desejam seguir essa profissão. Apesar disso, as outras modalidades, embora em um volume mais baixo de oportunidades, também proporcionam essas possibilidades aos profissionais de educação física.

7. Professor escolar

Aqueles que possuem diploma em licenciatura ou licenciatura plena em Educação Física, também podem optar por dar aula em escolas. O ambiente escolar permite que sejam trabalhadas muitas atividades diversificadas.

Além disso, grande parte dos professores de horário letivo, também dão aula nas atividades extraclasse, como as escolinhas esportivas. Essa é uma ótima maneira de treinar atletas em sua iniciação esportiva, e observar novos talentos, combinando assim, diversos caminhos profissionais possíveis.

O profissional de educação física é privilegiado por poder optar por muitas áreas dentro de uma só profissão. Contudo, esse aspecto positivo, traz muitas dúvidas entre qual caminho seguir.

Para aqueles que ainda estão em formação, o mais indicado é que experimentem todas ou o máximo que conseguirem. Vivenciando as possibilidades, é possível destacar aquela que mais chama atenção. A partir daí é o momento de investir em cursos, especializações e buscar sempre ser o melhor na carreira esportiva escolhida.

Se depois de ler este post e aprender muito sobre carreira esportiva, você ainda ficou em dúvida entre elas, baixe este e-book e aprenda a fundo tudo que há de mais importante na iniciação esportiva!

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas!

Sobre o autor

Unisport Brasil

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This