7 dicas para encontrar talentos no futsal
Futsal

7 dicas para encontrar talentos no futsal

Escrito por Unisport Brasil

Um bom jogador de futsal não nasce pronto. E, apesar de não existir uma receita instantânea para criar um craque, a combinação entre o talento natural e o trabalho duro acaba desenvolvendo um grande jogador para o salão.

Identificar talentos do futsal não é fácil para qualquer um. Diferentemente do campo, algumas características específicas podem diferenciar um ótimo jogador de futsal, e só o tempo dará a capacidade analítica e o instinto para distinguir o joio do trigo.

O papel de observação de um olheiro também é um trabalho contínuo. É preciso estudar o jogo, as suas peculiaridades e, então, partir para os jogadores. As idades menores continuam sendo o grande celeiro para jogadores de futsal. Alguns acabam migrando para o campo, mas outros seguem carreira no salão.

Mas o que importa aqui é saber identificar o talento e auxiliar o seu desenvolvimento. Por isso, a seguir vamos explorar o assunto com algumas dicas e conselhos para que você seja mais um descobridor de talentos do futsal.

Vamos dividir a nossa análise em dois pontos principais:

  • capacidades físicas;
  • capacidades mentais.

Nas capacidades físicas envolvemos todas as faculdades exibidas com a bola nos pés, como coordenação corporal, habilidades específicas de marcação ou finalização, por exemplo. Nas capacidades mentais, atributos psicológicos identificados no jogador.

Por habilidade não devemos entender que um jogador habilidoso com a bola nos pés seja um craque. Habilidade, aqui, está como um conceito muito mais amplo. Estamos falando de senso de defesa e posicionamento, visão de jogo, capacidade de finalização, entre outros.

1. Fique de olho na base

O processo de descobrimento de um grande talento se dá na infância ou adolescência, principalmente a partir dos 7 anos e até os 17.

Nessa fase, o jogador está desenvolvendo as suas características de jogo, interesses, e conhecendo seus pontos fortes e fracos. Não espere consistência, mas momentos específicos em que a sua habilidade prevalecerá.

Habilidade pode ser inata ou algo trabalhado. Em qualquer caso, momentos como antecipação de bola, um passe preciso no contra-ataque ou uma defesa de pênalti são fatores-chave para considerar.

2. Busque múltiplas qualidades

O jogo do futsal mudou nos últimos anos, baseando-se atualmente em menos armação de jogo e muito contra-ataque, o que exige velocidade e perícia para não cometer erros. Jovens jogadores estão crescendo nesse cenário de jogo, portanto já são mais adaptados ao estilo do jogador moderno.

Um jogador completo é aquele que, no futsal, marca e joga. Ou seja, tem a capacidade de ser um trunfo defensivo, tanto pela sua boa marcação ou posicionamento como, no ataque, é alguém que também faz a diferença, armando o jogo ou chegando nos espaços corretos.

3. Valorize habilidades específicas

Atributos específicos também são relevantes, como bater forte, ou seja, a finalização potente e de qualidade em bolas paradas. Jogadores canhotos são minoria, e aqueles que conseguem usar bem os ângulos e aproveitar esse diferencial também se destacam desde a categoria de base. Valorize um bom canhoto.

Outra faceta especial de um talento do futsal é a sua capacidade de reação. Mesmo sem o desenvolvimento muscular completo, é possível perceber aquele jogador que dribla com facilidade e consegue antecipar um movimento usando isso para seu benefício.

Desde a época de futsal no Santos, Neymar era conhecido por isso, por sempre estar um tempo à frente de qualquer outro jogador. Sim, essa é uma capacidade física. Jogadores naturalmente atléticos também podem ser ótimos atletas no futuro.

4. Desenvolva atributos naturais

Aquele ala que parece um motorzinho, se movimenta bem, está lá e cá a todo momento e sem que a velocidade comprometa o seu desempenho é um bom atributo.

Força também vem de berço. Mesmo nas crianças, já é possível identificar aquele que se impõe pelo corpo. Um pivô de força é uma arma e tanto no jogo atual. Mesmo que pareça um diamante bruto, jogadores de bom porte físico podem se desenvolver muito, têm ótimo potencial. E esse trabalho também é um papel do técnico

Os goleiros do futuro já virão com um input que faça com que trabalhem bem com os pés. No futsal, isso não é mais um diferencial, mas uma necessidade. Um garoto que é bom debaixo das traves e consegue jogar com os pés tem um futuro brilhante.

5. Descubra a força mental

No futsal, a dinâmica é muito mais rápida e tudo pode mudar a qualquer momento. Segundos são eternidades, e qualquer deslize se torna fatal. Por isso, e pela pequena lacuna disciplinar do jogador brasileiro, talentos com lampejos de capacidades mentais são joias.

Fica muito mais evidente na observação uma vantagem ou desvantagem mental. O jogador pode ser um craque, mas joga sozinho, perde muitas bolas por egoísmo e reclama com seu treinador. Bom, o seu talento pode não valer o mesmo.

6. Premie o esforço e o talento da mesma forma

Garotos bons no trabalho em equipe e obedientes aos seus treinadores tendem a um desenvolvimento maior, ainda que saiam atrás no quesito talento. No futsal, um jogador pode ser feito e se tornar alguém muito útil na equipe.

Além disso, a capacidade de definição na hora certa ou em situação de um contra um é atributo mental muito valioso. Esses são os jogadores que, no futuro, aparecem na decisão e não temem errar.

Outra coisa possível de se encontrar em uma análise é o fator talismã, aquele jogador que sai do banco, enxerga as dificuldades e consegue transformar a partida. Também está sempre em alta demanda no mercado do futsal.

7. Identifique o futuro capitão

Liderança nem se fala. Articulação vocal e postura de capitão podem ser identificadas em alguns minutos. O capitão é a âncora do time e pode ser alguém com imposição moral, que consiga manejar bem os colegas de time ou aquele jogador que coloca a bola debaixo dos pés e resolve tudo, o que é muito mais raro.

Falcão, o mais jogador de futsal de todos os tempos, por exemplo, possui essas duas características.

Por fim, nunca se pode menosprezar aquele garoto que demonstra muita vontade e concentração em todos os momentos. É intenso em um treino durante a semana até a final do campeonato. Isso requer foco e demonstra muita inteligência emocional.

Bom, tudo pronto para começar o garimpo de novos talentos do futsal na sua região? Lembre-se: valorize as coisas certas e procure falhas, mesmo os craques têm aquele buraco em sua fortaleza. Isso faz com que você seja um mentor na formação pessoal e esportiva de um jogador.

Gostou do nosso post? Sempre é bom discutir sobre futsal. Então, siga-nos agora mesmo no Facebook para não perder nada sobre o blog!

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba tudo sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas todo mês!

Sobre o autor

Unisport Brasil

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This