10 dicas de treino de futebol para crianças
Futebol

10 dicas de treino de futebol para crianças

Escrito por Unisport Brasil
A prática de atividade física na infância traz vários benefícios à saúde das crianças. O futebol é o esporte preferido dos pequenos e, por ser um exercício coletivo, consegue potencializar o desenvolvimento físico e social.

Nessa fase da vida, o plano de treino no futebol deve ser bem estruturado e pensado, para que a criança fique motivada e não desista do esporte. Para ajudar os treinadores a elaborarem uma rotina adequada, criamos este post com 10 dicas de treino de futebol para crianças.

O futebol para crianças

Existem alguns fundamentos básicos que devem ser trabalhados nos treinamentos de futebol para crianças. Para facilitar o entendimento do que traremos neste post, vamos dividir as dicas de treino de acordo com cada um desses fundamentos. São eles:

  • domínio;

  • condução;

  • passe;

  • chute;

  • cabeceio;

  • marcação;

  • drible;

  • tática;

  • velocidade.

Pronto para as dicas? Então vamos lá!

10 dicas de treino para crianças

1. Treino de domínio

Divida o time em duplas e coloque-as de frente para uma parede. Peça a um jogador para chutar a bola em direção à parede, e informe ao outro colega que ele deve dominá-la e devolvê-la. É permitido dar dois toques na bola: um para dominar e o outro para chutar novamente em direção à parede.

Caso não tenha uma parede disponível para o exercício, é possível adaptá-lo fazendo com que cada jogador passe a bola diretamente ao seu colega. Para aumentar o nível de dificuldade, eleja partes do corpo para realizar o domínio: primeiro só vale de cabeça e posteriormente peito, coxa e pé.

2. Treino de condução

Separe a equipe em duas colunas e posicione-as de maneira que fique uma em cada ponta da área. Dentro da área, espalhe cones. A atividade consiste em conduzir a bola por entre os cones até chegar à coluna que está do outro lado, entregando a bola para o próximo jogador fazer o caminho inverso.

Após um tempo de treinamento, é interessante formar mais do que duas colunas e criar uma competição entre os atletas para ver qual coluna termina o exercício primeiro. Essas variações nas atividades contribuem para deixar as crianças mais entretidas e motivadas.

3. Treino de passe

Durante o treino, o treinador pode determinar que os jogadores deem apenas um toque na bola durante a partida. Para facilitar o aprendizado, divida a equipe em pequenos times e diminua o tamanho do campo.

Conforme a habilidade vai sendo aprimorada, aumente o espaço e o número de jogadores até que todos estejam participando da atividade. Gradualmente, aumente o número de toques na bola.

Uma maneira interessante de incentivar as crianças é aumentar o número de passes conforme a equipe vai marcando gols. Ou seja, quando o time faz um gol, passa a poder dar dois toques na bola e assim sucessivamente.

4. Treino de chute

Faça uma fileira com todos os atletas em um dos lados do campo frente à linha da área e posicione um jogador na marca do pênalti. O primeiro atleta da fileira deve fazer um passe para o jogador que estará posicionado na marca do pênalti, que dominará a bola e devolverá para o colega realizar um chute a gol.

O atleta que chutou fica posicionado na marca do pênalti para fazer o domínio para o próximo colega, e o que estava posicionado ali anteriormente vai para o final da fila.

Essa atividade é muito interessante pois, mesmo que a finalidade principal seja o chute, ela trabalha outros dois fundamentos ao mesmo tempo: o passe e o domínio.

5. Treino de cabeceio

Para desenvolver o fundamento do cabeceio, forme duplas entre os jogadores e determine que eles troquem passes de cabeça, sem deixar a bola cair ao chão. Para estimular os atletas, faça competições entre as duplas para ver qual jogador deixa a bola cair por último.

Outro treino interessante é modificar o jogo conhecido como “três dentro e três fora”, em que só vale gol de dentro da área. Nesse caso, separe a equipe em grupos de três times e estabeleça que, para marcar gol, o atleta terá que, obrigatoriamente, fazê-lo de cabeça.

6. Treino de marcação

Nessa atividade, divida o time em pequenos grupos, que podem variar de quatro a seis jogadores. Determine um espaço pequeno para que cada grupo possa jogar.

O treino consiste em metade do grupo marcar e a outra metade defender. Para marcar ponto, o time precisa ficar com a posse da bola durante um minuto. Quando a equipe perde a bola, zera o cronômetro e o outro time passa a atacar.

7. Treino de drible

Separe o time em duas equipes e posicione uma em cada linha da lateral. Deixe a bola exatamente à mesma distância dos dois lados e numere os jogadores. Ao chamar um número, os dois atletas que correspondem a ele devem sair correndo em direção à bola, sendo que o primeiro a alcançá-la será o atacante e o outro o defensor. O objetivo de quem está atacando é driblar o defensor e fazer o gol. Este é um bom exercício para colocar em seu plano de treino no futebol.

8. Treino tático

Na infância, o treino tático deve ser passado de maneira mais leve, para não entediar as crianças. A regra é: quanto mais jovem, menos teoria e mais prática.

Para facilitar, elaboramos um pequeno guia de treinamento tático por idade:

  • Entre cinco e sete anos: o jogo se dá sem posicionamento definido. Procure explicar apenas divisões básicas do campo em ataque, meio e defesa.

  • Entre oito e 10 anos: comece a introduzir as posições do futebol em forma de rodízio, para que todas as crianças possam experimentar todas as posições.

  • Entre 11 e 13 anos: o aluno já definiu em qual posição prefere jogar e, provavelmente, terá desenvolvido habilidades que o coloque como destaque em alguma posição. Ao completar 14 anos, já estão liberados treinos táticos mais teóricos e com posições bem definidas.

9. Treino de velocidade

Escolha a raposa e o esquilo. Em seguida, peça que as outras crianças formem pares e segurem as mãos, ficando uma em frente à outra. Os braços devem estar erguidos. As crianças com os braços erguidos são denominados árvores e são distribuídos no campo. A raposa deve correr atrás do esquilo e tentar apanhá-lo. Para fugir, o esquilo pode se esconder em uma árvore. Após encontrar o esconderijo, a pessoa de frente para as costas do esquilo toma o seu lugar. O treino termina quando cada membro da equipe já tiver sido a raposa ou o esquilo.

10. Treino de recreação

Os clubes de futebol terminam a semana com esse treinamento. Os atletas jogam em uma posição diferente da sua origem, ou seja: o goleiro joga no ataque ou o lateral na defesa. Há situações em que os membros da comissão técnica participam da atividade, que tem como missão deixar o “ambiente” mais descontraído para a próxima partida. O ideal é dedicar 20 minutos para essa atividade.

O desafio de criar um plano de treinos

O primeiro passo é entender profundamente o seu time para criar um plano de treino de futebol. Descubra quais são as qualidades e os seus defeitos. Depois disso, anote quais são os exercícios aos quais você precisa dar prioridade. Se a velocidade é um ponto negativo, invista no treino da raposa e do esquilo.

Outra dica importante é conhecer as principais tendências do mercado. Análise como alguns cursos e a tecnologia pode ajudar você a criar planos de aula mais modernos e que incentivem os seus alunos. Um bom professor precisa ficar atento para surpreender as crianças ou terá uma equipe desmotivada e sem produtividade.

Os benefícios do futebol para as crianças

O futebol traz diversos benefícios para as crianças. Engana-se quem pensa que ele é responsável somente por garantir a diversão dos pequenos. Claro, esse é um item muito importante, mas existem outras vantagens.

Disciplina

O futebol é um esporte recheado de regras. Isso é muito bom, pois mostra às crianças que não adianta ter autoridade para vencer em campo ou fora dele. Além disso, esses limites ajudam o atleta a entender até onde pode correr, até quando a sua reclamação pode surtir efeito e como ouvir o seu treinador e professor corretamente.

Tomada de decisão

O futebol é um esporte dinâmico. O raciocínio tem que ser rápido antes que o adversário tome a bola em um momento importante da partida. O jogador precisa definir situações complicadas, que vão impactar em seus resultados como: “se eu chutar a bola forte o meu professor ficará feliz?”; “será que eu chuto a bola para a direita ou faço um cruzamento para o meu companheiro?”.

Essas decisões vão se complicando conforme a atividade se torna um esporte de fato e, a cada novo desafio, a criança vai conquistando mais habilidade para chegar a uma conclusão.

Trabalho em equipe

O trabalho em equipe é essencial na escola, na vida e em futuros trabalhos. O futebol incentiva bastante esse tipo de comportamento, pois coloca a criança para interagir com outras que têm o mesmo objetivo: ganhar a partida. Quanto maior a interação, a criança terá menos dificuldades para fazer novos amigos.

Percebeu o quanto o futebol pode transformar a vida das crianças? O professor precisa sempre mostrar que o treinamento na infância deve ter um caráter lúdico, sem deixar a competição de lado. É importante que o profissional de Educação Física cuide para não exigir demais das crianças a ponto de fazer com que elas não queiram mais praticar o esporte.

Adicionar brincadeiras em meio ao treinamento de futebol para crianças é uma tática excelente para manter o interesse e a atenção dos jogadores, ao mesmo tempo em que os fundamentos são treinados.

Gostou das nossas dicas de plano de treino no futebol? Compartilhe este post nas suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro!

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas!

Sobre o autor

Unisport Brasil

11 comentários

  • A Dermatoglifia é um exame que nossa empresa realiza, através da coleta das impressões digitais dos dedos das mãos, afim de descobrir seu potencial individual de fibras musculares e capacidades físicas para maximizar o trabalho para resultados Este exame foi criado na Rússia e atualmente utilizado no treinamento físico para qualidade de vida e performance em todo o mundo, pode ser utilizado para a descoberta de talentos no esporte, como também, orientar o treinamento individualizado para a melhoria da qualidade de vida e saúde. Caso queira realizar com você ou seus alunos, entre em contato conosco pelo whatsapp: +55 15 996738143. Conheça este exame: https://www.youtube.com/watch?v=6-LT80sPERY e veja nosso site: http://www.dermatosport.webnode.com
    Pode ate ser realizado a distância.

  • Parabéns pelas dicas. Não sou professor de educação física mas trabalho com crianças de varias idades. Procurava um subsídio para qualificar nossos treinos. Vou usar as tuas dicas.

    • Que bom Carlos, ficamos felizes que você tenha gostado do artigo.
      Espero que te ajude bastante.
      Grande abraço!

  • boa noite meu nome é Daniel soares tenho 36 anos,não sou prof.de educação física formado mais do aula de futebol Society para alunos de 4 a 14 anos feminino e masculino.Queria aulas de treino tático,finalização,marcação,lançamento e outros treinos se poderem me ajudar é claro. Meu e-mail é danielsoaresleite33@gmail.com ou no meu zap 031 989521093. Desde de ja muito obrigado tenham uma boa noite abraço.

  • não sou formado, porém trabalho com escolinha desde 1.992, adotarei essas dicas que serão de suma importância para o desenvolvimento dos atletas, grato por essas dicas.

  • Tomei conhecimento de toda matéria, não formado, ms há mas de 50 anos lido com futebol, já estou aplicando as orientações remetidas por vocês. Gostaria de receber o material mensalmente conforme recomendado. Infelizmente devido nossa situação financeira ser muito precária, crianças carentes de oito a quatorze anos, pergunto tem custos nestas remessas? Antecipadamente agradeço atenção.

    • Boa tarde Olney, tudo bem?
      Espero que as nossas orientações tenha te ajudado.
      Nossas remessa não tem nenhum custo, pode cadastrar seu e-mail que você vai receber a cada 15 dias novas informações.
      Abraço

  • Bom dia

    Tenho um grande interesse em abrir uma escolinha de futebol em meu bairro porém, não sei ao certo como proceder. Sou ex- Goleiro de futebol profissional e atualmente jogo como goleiro profissional de futebol society (F7). Achei bem interessante seu material.
    Vocês tem alguma dica para pessoas que assim como eu querem abrir uma escolinha de futebol ?

    Agradeço a atenção

    • Olá Edilson, obrigado pelo comentário no nosso blog.
      Acho que duas coisas são muito importantes. A primeira é o seu programa de trabalho que você pretende dar, ter um planejamento muito bem feito e organizado de treinamentos. Saber com quem você vai trabalhar, o que você pretende ensinar, qual é objetivo principal da sua escolinha. Escrever tudo isso ajuda bastante na na hora de organizar as ideias.

      2- Tão importante quanto saber ensinar futebol, você precisa saber sobre gestão. Você precisa saber sobre marketing, finanças, recursos humanos, gestão de pessoas.
      Se não tiver gestão a sua escolinha não vai dar certo, caso você não entenda de gestão, convide um sócio de confiança que possa te ajudar nessa parte.

      Espero que eu tenha te ajudado um pouco sobre essas questão e boa sorte no seu projeto.
      Abraço

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This