8 tendências do setor esportivo para você acompanhar!
Aprendizado

8 tendências do setor esportivo para você acompanhar!

Escrito por Unisport Brasil

Foi-se o tempo em que o setor esportivo se resumia apenas aos jogos e às partidas das equipes. Hoje, ele vai muito além. Isso porque novas tecnologias e modalidades estão aparecendo e transformando a forma de se pensar sobre o esporte.

Se você acredita que seus conhecimentos técnicos são suficientes para ter sucesso em qualquer atividade da área, é melhor refletir. O mercado esportivo está cada vez mais dinâmico — e é necessário acompanhar as tendências.

Neste artigo, vamos apresentar as novidades mais importantes. Confira!

1. Tecnologia da linha do gol

Depois de muitos debates entre torcedores e discussões em programas esportivos, parece que finalmente o mundo do futebol se renderá à tecnologia de linha de gol (TLG).

Ela será utilizada pela primeira vez em competições organizadas pela UEFA, nas finais da Liga Europa e da Liga dos Campeões. Os jogos acontecerão nos dias 18 e 28 de maio, em Milão e Basel, respectivamente.

A primeira tendência esportiva da nossa lista permite verificar se a bola entrou (ou não) no gol. Muitas vezes, em virtude da velocidade da jogada, ficamos indecisos em relação a esse questionamento. Com a tecnologia, tudo será resolvido.

Quem não se lembra da partida entre França e Honduras no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela Copa do Mundo de 2014? Naquela ocasião, o recurso tecnológico também foi utilizado e, inclusive, validou um gol da França.

A FIFA usou a TLG pela primeira vez em 2012. De lá pra cá, os campeonatos da Inglaterra, França, Alemanha e Itália implementaram essa novidade em seus jogos. No entanto, muitos países — como o Brasil, por exemplo — ainda não investiram na tecnologia.

Talvez o sucesso da TLG na Liga Europa e na Liga dos Campeões possa ser um estopim para a tecnologia chegar ao país do futebol.

2. Tecnologias “vestíveis”

Nos treinos de corrida, dispositivos eletrônicos prometem aperfeiçoar o desempenho dos atletas, já que conseguem contabilizar a quantidade de passos que foram dados durante a preparação.

Além disso, eles medem os batimentos cardíacos para verificar se a saúde do corredor está em dia. É possível encontrá-los em formato de relógios ou pulseiras.

As informações transmitidas pelo equipamento são essenciais para que você tenha consciência sobre os limites do seu aluno.

3. Profissionais mais experientes

Já percebemos o quanto a tecnologia é fundamental para o esporte. E quando aliamos o nosso conhecimento às novidades do mercado, certamente o sucesso nas competições fica mais próximo.

Os treinadores de futebol Roger Machado, Mano Menezes, Dorival Júnior e Tite são ótimos exemplos para mostrar a importância do estudo em qualquer atividade. Eles fizeram cursos no exterior e trouxeram novas técnicas e jogadas para os seus times no Brasil.

Por isso, não podemos ignorar o conhecimento como uma grande tendência — não só para 2017, mas também para os próximos anos. Se até o atual treinador da seleção brasileira investe em conhecimento, por que não podemos acreditar que essa é a fórmula do sucesso?

4. Atividades em grupo

Diante da crise econômica que se instala em nosso país, muitos profissionais de Educação Física buscam outras formas para aumentar a renda. Uma delas é o exercício em grupo.

Esse tipo de investimento está ganhando mais força no mercado a cada dia que passa. As amizades que se formam em turmas de corrida, ciclismo ou outra prática esportiva incentivam os alunos a continuar nessas atividades.

Se antes você não podia ter mais alunos devido à falta de horário em sua agenda, hoje é possível agrupá-los em um único período e abrir novas turmas para desenvolver o seu trabalho.

O lado positivo dessa tendência é que você não precisa ter um espaço para montar uma academia. A pracinha próxima à sua casa ou a área de lazer de algum condomínio são suficientes para iniciar seus trabalhos.

5. Modalidades desafiadoras

Para conhecer o Snowfen, é necessário ir para muito longe (Berlim ou Hamburgo, especificamente).

Nesse esporte radical, o atleta sobe em uma prancha com patins de aterrissagem que, atrelada a uma vela, puxa o surfista em um lago congelado com uma velocidade de até 80 km.

É preciso muita coragem para encarar essa aventura, não acha?

6. Calçados esportivos

Ao praticar uma atividade física, é necessário que o atleta se vista adequadamente para evitar lesões e desconfortos durante as provas e competições. Pensando nisso, novas tecnologias foram implementadas nos calçados esportivos. Veja, abaixo, algumas novidades:

  • Formotion: situada no calcanhar, essa tecnologia é importante para os pés, pois facilita uma movimentação de forma confortável e segura em vários tipos de superfícies;
  • Nike air: é uma bolsa de ar que tem gases pressurizados. Ela traz mais amortecimento durante os exercícios físicos;
  • Biomorphic Fit: localizada na parte de cima do tênis, essa tecnologia oferece conforto ao atleta, impedindo a compressão e a irritação dos membros inferiores. Além disso, é responsável por distribuir toda a tensão que, geralmente, é transmitida pelo cabedal.

A preocupação com calçados e roupas dos atletas é tão grande que até supercomputadores são utilizados para analisar o movimento do ar, da água e os gases, para que sejam criados os melhores acessórios para os profissionais esportivos.

7. Robótica

Se você gosta de jogar tênis ou golfe e ainda não encontrou um amigo ou aluno para desafiar nessas partidas, fique atento: hoje, é possível praticar esses esportes com um robô como adversário.

Engenheiros criaram essa novidade que simula movimentos tanto de tênis quanto de golfe. A tecnologia tem o poder, ainda, de ajudar atletas a melhorarem o desempenho.

8. Treinamentos eficientes

Para acompanhar a performance dos atletas durante os treinos, muitos clubes estão investindo pesado nas inovações tecnológicas. O Ubersense é um exemplo da força desses equipamentos.

O aplicativo foi desenvolvido por uma startup sediada nos Estados Unidos. Por meio de uma análise de vídeo em tempo real, ele captura cada movimento do esportista e o seu treinador recebe as informações em tempo real.

Após a leitura deste artigo, sugerimos que você continue acompanhando as novidades do setor esportivo. Afinal, esse mercado muda constantemente e um conhecimento aprofundado é muito importante para otimizar o seu trabalho como profissional de Educação Física.

Fique de olho em nossas publicações, curta a nossa página no Facebook e não perca nenhum detalhe do setor esportivo!

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba tudo sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas todo mês!

Sobre o autor

Unisport Brasil

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This