A polêmica do futebol moderno. Entenda!
Futebol

A polêmica do futebol moderno. Entenda!

Escrito por Unisport Brasil

O futebol é o esporte mais popular do mundo. Possui milhões de fãs em todos os continentes e a Copa do Mundo de seleções é um dos torneios de maiores audiências dentre os eventos esportivos. Mas, você sabe como surgiu o futebol moderno que é praticado nos dias de hoje? Conhece toda a polêmica que o envolve com relação ao uso da tecnologia, preparação dos jogadores e as atuações da arbitragem? Confira agora nosso artigo e tire todas as suas dúvidas

Como surgiu o futebol moderno

Foi em uma segunda-feira, mais precisamente no dia 26 de outubro de 1863 que doze amigos se reuniram em um pub londrino para definir os dois primeiros passos da história do futebol: a criação das primeiras regras e da primeira associação de futebol (FA – Football Association).

O futebol já era praticado nas escolas da cidade como uma forma de mostrar a boa imagem da elite. Porém, em cada região, era praticado de formas diferentes, o que obrigou estes doze amigos a se mobilizarem para organizar as primeiras regras que serviriam de base para os torneios e campeonatos.

O primeiro livro de regras

Dois meses depois, foi lançado o primeiro manual de regras do futebol. 13 artigos direcionavam tudo que podia ou não ser feito durante uma partida de futebol. Nas primeiras regras, podemos notar uma grande influência do rúgbi, um dos principais esportes da época. Hoje em dia, são 17 regras que regulam o esporte que é bem diferente do que acontece com o rúgbi.

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas!

A tecnologia no futebol moderno

O Futebol é um esporte de mais de 150 anos. Durante esse tempo, algumas regras foram inseridas para acompanhar a evolução do jogo e física dos atletas. Podemos dizer que a tecnologia é um dos fatores mais importantes na forma como o esporte é praticado.

A evolução da bola, melhorando a resistência e diminuindo o seu peso permitiu aos atletas chutes mais potentes e com cada vez mais efeito. Que o diga Roberto Carlos!

A evolução das chuteiras ajuda os jogadores e terem os pés mais protegidos e uma melhor aderência no gramado mesmo em dias de chuva.

Porém, a tecnologia para ajudar a arbitragem a minimizar alguns erros humanos (outros nem tanto) ainda é posta em xeque com a alegação de que “a polêmica faz parte do futebol”. Em alguns campeonatos já é possível vermos a tecnologia auxiliar em lances nos quais é impossível afirmar se a bola ultrapassou ou não a linha do gol.

Porém, em momentos tão difíceis quanto em impedimentos, simulações de agressões e faltas, o árbitro não possui nenhum mecanismo que possa auxiliá-lo a tirar sua dúvida. Diferente do que acontece no basquete e no futebol americano, por exemplo, onde o juiz pode pausar o jogo e ver o replay do lance para determinar se houve ou não algum tipo de irregularidade.

A geração de grandes expectativas

Com a explosão do futebol europeu aqui no Brasil, já vemos um considerável número de torcedores de equipes do velho continente. Também é comum vermos camisas destes times circulando pelas ruas do Brasil. E com essa cultura europeia do futebol moderno, criamos os supertimes considerados imbatíveis e uma nova forma de apelidar os craques.

A seleção belga é um grande exemplo disso. Com raríssimas boas participações em Copas do Mundo e em Eurocopas na sua história, os belgas conseguiram formar uma geração repleta de jogadores que atuam – e são protagonistas – nos maiores times da Europa, principalmente na Inglaterra.

Com isso, foi criado a “talentosa geração belga”, que se transformou em uma das grandes favoritas nos campeonatos que disputa, mesmo com um retrospecto ruim. Com essa pressão sobre os jogadores, o desempenho tem deixado a desejar. Talvez pelo excesso de pressão. Talvez pela geração não ser tão talentosa quanto imaginado.

Os craques abreviados

No mundo atual, gírias e simbolismos que abreviem nomes e facilitem a comunicação é praticamente uma regra. Principalmente quando temos uma rede social que te limita a 140 caracteres. Isso ajudou a transformar nomes de craques em siglas. Ronaldinho Gaúcho virou R10; Cristiano Ronaldo, R7. E por aí vai. Nomes se tornam marcas que são utilizadas e aproveitadas pelas grandes fabricantes de materiais esportivos.

Os estudiosos do futebol

Com a evolução física, a parte estratégica se tornou um fator fundamental para o desempenho do seu time em um jogo. Por isso, muitos treinadores se tornaram mais do que motivadores. Viraram profundos estudiosos do jogo e de suas táticas, o que desagrada parte da torcida acostumada com aquele jeito mais “boleiro” ao lado do campo, que resolvia os problemas do time gritando e incentivando. Você pode conferir em nosso post, 9 livros do mundo do esporte que muitos estudiosos da área costumam ler.

Prós e contras do Futebol Moderno nos dias de hoje

Aqui, temos uma das grandes polêmicas do futebol atual. Alguns especialistas acreditam que o uso da tecnologia e padronização do jogo é benéfico. Outros acham que isso pode tirar a graça do esporte. Para facilitar o seu entendimento, fizemos uma lista com o que pode mudar ou já se transformou:

Prós

  • A tecnologia pode coibir simulações no jogo
  • Com recursos eletrônicos, impedimentos e lances duvidosos serão mais fáceis de analisar
  • Atitudes como briga em campo e torcida lançando coisa no gramado serão coibidas
  • Será mais difícil ter um erro contra o seu time ou seu jogador penalizado por uma infração que não cometeu
  • Jogadores deverão ser cada vez mais profissionais
  • O esporte tem se tornado uma atração mais elitista, com ingressos e alimentação mais caros. Torcer sentado já é uma realidade.

Contras

  • Comemorar com a sua torcida continuará não sendo permitido
  • Catimbar o jogo e fazer cera, como vemos nas Libertadores não será admitido ou não surtirá efeito
  • Torcida única em grandes jogos terá cada vez mais espaço
  • Com o jogo totalmente regulamentado, será mais difícil para times mais fracos equilibrarem os confrontos
  • Com a profissionalização dos jogadores, acontecerá menos provocações e brincadeiras entre rivais
  • Não é mais possível torcer de pé em alguns estádios brasileiros.

Se você quer saber como irá evoluir o esporte daqui pra frente, veja este artigo nosso que fala sobre 8 tendências do setor esportivo para você acompanhar

Se você leu este post e viu que o seu filho ou sobrinho tem potencial para jogar bola, veja este post que falamos se vale ou não a pena fazer a iniciação esportiva. Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades do nosso blog e do mundo esportivo.

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas!

Sobre o autor

Unisport Brasil

1 comentário

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This