Aprenda a fazer um plano de carreira matador em educação física
Aprendizado

Aprenda a fazer um plano de carreira matador em educação física

Escrito por Unisport Brasil

Estruturar um bom plano de carreira em educação física é essencial para que o profissional dessa área seja bem-sucedido profissionalmente.

Ao contrário do que pensa o senso comum, existem diversas áreas e espaços onde o profissional de educação física pode atuar, em funções diversas. Não obstante, sem o planejamento adequado, a vida profissional pode tornar-se menos agradável.

Neste artigo, preparamos uma seleção sobre os principais fatores a serem levados em consideração na hora de estruturar seu plano de carreira. Não deixe de colocá-lo em prática!

1. Possíveis áreas de atuação profissional

O profissional de educação física, desde a graduação, convive com a falta de reconhecimento da versatilidade da formação nesse setor. Poucas pessoas associam essa área do conhecimento com teorias acadêmicas e correntes de pensamento — o que é um equívoco, já que a disciplina conta com vasta produção intelectual.

Entre as principais áreas do segmento, o profissional de educação física pode atuar:

  • Como profissional liberal (personal trainer);
  • Como coaching;
  • Em academias de ginástica e musculação;
  • Como preparador técnico para atletas;
  • Lecionando para o ensino básico;
  • Seguindo carreira acadêmica.

2. Autoridade na área

Um plano de carreira para profissionais de educação física que costuma dar certo é apostar na formação de uma imagem profissional de autoridade ao redor do seu nome.

Pense, por exemplo, no lutador de MMA Minotauro: uma academia de MMA onde esse lutador é o proprietário, ou uma franquia que leve o nome dele na marca, tem muito mais chances de dar certo por conta da fama do lutador.

No ramo dos esportes e treinos, o nome de uma marca ou empresa reconhecida como autoridade é o melhor marketing que seu negócio pode alcançar. Investir na divulgação de seus talentos e conquistas, desde que feito de maneira adequada, pode atrair muitos clientes.

É preciso, entretanto, muito empenho e dedicação, já que uma reputação profissional sólida exige muitos anos de trabalho duro e, como em qualquer área, não acontece do dia para a noite.

Seja qual for a forma de atuação que você escolher — coach, personal trainer, preparador físico, professor, acadêmica etc. —, tornar-se uma autoridade exigirá anos de trabalho árduo e muita força de vontade.

Para manter-se como autoridade no mercado, será preciso também reciclar-se profissionalmente de maneira constante para manter-se atualizado.

3. Cursos para estruturar um bom plano de carreira em educação física

Os profissionais da área de educação física que não estruturam um bom planejamento tendem a gastar tempo, dinheiro e energia em cursos que pouco ou nada somam ao seu crescimento profissional ou pessoal.

Por outro lado, existem aqueles que conseguem um emprego na área, como professor ou treinador de academia, e acabam se acomodando, desistindo de qualquer investimento ou perspectiva de crescimento na carreira.

Nada contra quem escolhe permanecer nesse esquema de ganhar o suficiente para se manter e aproveitar seu tempo livre em outras atividades, mas se você quer ser um profissional de destaque e construir um negócio no ramo da educação física com seu nome, será necessário enxergar bem mais longe.

Uma ótima maneira de começar sua jornada é traçar um plano de carreira para delimitar seus objetivos e metas profissionais e, então, definir os cursos que precisa realizar, assim como sua ordem de prioridade.

Existem medidas a serem tomadas a curto, médio e longo prazo, e os cursos estão entre esses últimos. Para que eles consistam em bons investimentos, é essencial escolhê-los a dedo, tanto no que diz respeito ao segmento quanto ao conteúdo e a instituição que o oferece — vale repetir.

4. Coaching

O coaching é uma profissão que vem ganhando popularidade e reconhecimento, ao longo dos últimos anos, por meio da criação de instituições como associações e confederações com autoridade no assunto. O processo de coaching tem por objetivo guiar um indivíduo no sentido de identificar seus problemas e pensar a melhor solução viável dentro da sua realidade.

É comum, entretanto, que essa profissão — sobretudo a modalidade Life Coaching (a mais popular entre as diversas categorias de coaching) — seja confundida com a atividade de um personal trainer, por conta de uma importante similaridade.

Ambas as profissões preocupam-se em estabelecer uma relação com o cliente com intuito de cultivar dentro dele a vontade de desenvolver suas potencialidades e trabalhar no sentido de aperfeiçoar-se cada vez mais, de acordo com suas necessidades e possibilidades.

Essa, entretanto, é a única característica comum às duas profissões; de modo que, faz-se importante notar, nem todo profissional de coaching tem formação na área de educação física.

Os profissionais da área, entretanto, têm no coaching uma boa oportunidade de obter sucesso e reconhecimento profissional, por meio da realização de cursos na área, sobretudo no que diz respeito ao Life Coaching.

Life coaching

Conforme já colocado, com frequência, a profissão de um personal trainer é confundida com as atividades de um coach profissional, e realmente essas profissões contêm aspectos similares. Não obstante, existem também diferenças fundamentais entre as duas.

Um bom exemplo dessas distinções é o fato de o personal trainer, assim como o profissional de educação física de forma geral, indicar ao cliente a melhor forma de alcançar um objetivo, como trabalhar o abdômen, por exemplo.

Ele ajuda o cliente a identificar um problema por meio de um diagnóstico físico e recomenda, a partir daí, uma série de exercícios para melhorar o condicionamento físico do indivíduo. Ou seja, trabalha desde o exterior em direção ao interior.

Já o life coaching segue o caminho inverso, ou seja, age de dentro para fora, de modo que as mudanças aparentes resultam do desenvolvimento interno do indivíduo.

No lugar de apontar o que está errado na vida de uma pessoa e traçar estratégias para reverter a situação, o processo de coaching consiste em aprimorar a capacidade individual de perceber a própria realidade, os problemas que precisam ser solucionados e a maneira como serão resolvidos.

Um plano de carreira em educação física bem elaborado, portanto, conta com diversas possibilidades de atuação profissional. Além do que, novos espaços de atuação estão surgindo no horizonte dos profissionais dessa área, como, por exemplo, o coaching.

Da mesma forma, a profissão de personal trainer, ou preparador físico pessoal, vem ganhando espaço crescente ao longo dos últimos anos.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Aproveite e confira nosso outro post sobre “Negócios no esporte: entenda TUDO sobre business esportivo”. Até a próxima!

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba tudo sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas todo mês!

Sobre o autor

Unisport Brasil

2 comentários

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This