A importância do planejamento de carreira para atletas femininas
Aprendizado

A importância do planejamento de carreira para atletas femininas

Escrito por Unisport Brasil

O mundo dos esportes está cheio de exemplos de grandes esportistas do sexo feminino que, apesar do inegável talento, não têm o devido reconhecimento financeiro na carreira.

E se é difícil para quem já é reconhecido, imagine para talentos em início de trajetória? Pensando nisso, elaboramos este artigo para falar de planejamento de carreira para atletas femininas. Uma estratégia que pode fazer toda diferença na hora de se colocar no mercado e evitar alguns percalços.

Neste texto, vamos ensinar como planejar sua carreira a curto, médio e longo prazo, como conduzir estratégias profissionais e entre outros. Se você ficou interessado, continue lendo e saiba como chegar lá sem tantos obstáculos. 

Entenda a diferença entre planejar a carreira deles e delas

Se você é atleta e tem talento, deve estar se perguntando por que o planejamento de carreira para atletas deve passar por algum tipo de diferenciação por causa do sexo do esportista. A resposta está no próprio mundo dos esportes, que ainda hoje é machista, associa a competição — de um modo geral — aos homens, paga menos para as atletas e tem menos patrocínio quando são elas que vão competir.

Fique por dentro de novidades da área esportiva!

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

Neste sentido, é importante levar em consideração essa dificuldade do mercado e tentar driblá-la com a valorização da atleta de todas as formas possíveis. Ressaltando que, independentemente do sexo, ali está um profissional de ponta, com grandes chances de retorno em sua área de competição e comercialmente falando.

Faça planejamentos a curto, médio e longo prazo

Não importa a fase da carreira em que você se encontra, é importante fazer planejamentos a curto, médio e longo prazo. E mais que isso: cumpri-los e mostrá-los a possíveis patrocinadores e incentivadores para ganhar a sua confiança.

Se você é uma atleta em início de carreira, estabeleça metas pequenas, como ganhar um campeonato juvenil ou estar em um time principal da sua cidade; médias — que podem envolver um prazo de dois a três anos —, como ser contratada para um time profissional ou ir jogar em outra cidade; e grandes, como chegar a um time de projeção nacional ou participar de campeonatos internacionais.

Estipular essas metas é importante para que o atleta tenha recordes pessoais para serem quebrados, para enriquecer o seu currículo e para poder barganhar em uma provável negociação profissional. Todo mundo quer contratar alguém que dê resultados.

Cumprir metas também inspira confiança e pode (e deve) ser usando em uma negociação de contrato, por exemplo.

Ao longo da carreira, vá modificando e aumentando essas projeções a cada conquista. Não deixe nunca sua carreira estagnar.

Cerque-se de profissionais

Muitos atletas, no início da carreira, costumam se cercar de pessoas que ajudam nesse início ou de parentes, que inspiram confiança. Mas nem sempre essa é a melhor decisão para quem quer se profissionalizar e ter sucesso.

Procure cercar-se de profissionais de verdade. Gente que sabe como agir no meio esportivo, falar com a imprensa do setor e negociar bons contratos. 

Ao cercar-se do melhor, você poderá cobrar um retorno profissional em alto nível (inclusive com metas também para a sua equipe), terá acesso a estratégias de mercado de ponta e saberá negociar bons contratos ou buscá-los.

Um profissional interessante para se investir é um bom assessor de imprensa, que possa dar orientações de media training (treinamento de mídia) para que a atleta aprenda como se portar em entrevistas ou com a imprensa, saiba o que falar para obter retornos e como se desvencilhar de possíveis perguntas constrangedoras ou nocivas à sua carreira.

Pode parecer preciosismo, mas em um mundo cada vez mais ligado em redes sociais e imagem, uma palavra mal dita pode significar a perda de um contrato, assim como uma boa colocação tem potencial para ajudar com o ganho de vários.

Saiba separar a vida profissional da pessoal

Diante de um mercado machista, atletas do sexo feminino são vistas com desconfiança também quando assunto é relacionamento e uma possível maternidade.

Ninguém questiona se um jogador de futebol vai casar ou ser pai, mas essa mesma situação pode ser desfavorável para atletas do sexo feminino.

Patrocinadores podem ficar reticentes em investir, com medo de que uma mudança na vida pessoal da atleta vá interferir em seu rendimento (ex.: casou e o marido não quer mais que participe de competição). Ou que a atleta tenha que parar de competir por causa de uma possível gravidez.

Nesse sentido, deixe claro para os seus patrocinadores os seus projetos a médio e longo prazo, o tempo de vida útil de sua carreira de atleta e de que forma uma possível maternidade, por exemplo, se incluiria nela.

O mundo do esporte está cheio de exemplos de mulheres fortes que voltaram competindo em grande estilo depois de serem mães. Mas o mercado quer sempre um pouco mais de garantias.  

Pense em uma aposentadoria segura

Sua principal ferramenta de trabalho é o seu corpo, que está suscetível a lesões e outros imprevistos. Por isso, pense em uma aposentadoria segura. Algumas dicas são:

  • guarde dinheiro;
  • faça investimentos;
  • estude sempre para poder aplicar nas competições ou em uma possível mudança de área.

Esteja sempre por dentro do seu mercado 

Como vimos, o mundo esportivo ainda é cercado de machismo e injusto com atletas femininas, que podem até render mais que homens na mesma categoria, mas não são recompensadas como eles.

Nesse sentido, as melhores estratégias ainda são tentar superá-los nas respectivas competições, se mostrar como uma boa opção de investimento por ser compromissada com a carreira e nos negócios e seguir seu planejamento de carreira a curto, médio e longo prazo. Esse item é importante, pois sinaliza que a atleta não é uma aventura para o patrocinador e que é cercada de profissionais preparados capazes de dar respaldo em todas as áreas da sua carreira.

Deste modo, enquanto o preconceito não acaba, você vai abrindo caminho de forma segura e criteriosa nesse meio difícil e escrevendo o seu nome entre os dos grandes atletas.

Se você curtiu as dicas de planejamento de carreira para atletas femininas, que tal compartilhar este artigo nas suas redes sociais?

Powered by Rock Convert

Fique por dentro de novidades da área esportiva!

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

Sobre o autor

Unisport Brasil

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This
/* ]]> */