Como organizar uma ótima aula de Educação Física? Descubra agora mesmo! Como organizar uma ótima aula de Educação Física? Descubra agora mesmo!
Aprendizado

Como organizar uma ótima aula de Educação Física? Descubra agora mesmo!

Escrito por Unisport Brasil

Quando falamos na criação e na execução de uma boa aula de Educação Física, planejamento e organização são essenciais. Afinal, esses são os caminhos para se destacar no mercado e garantir um cronograma de atividades criativo, que apresente novidades e seja atrativo para os alunos. Mas você sabe como fazer isso na prática?

Neste artigo, vamos apresentar quais são os critérios e os fatores a se considerar na hora da criação do planejamento de uma aula de Educação Física, dando dicas específicas para enriquecer o seu planejamento de atividades. Continue a leitura, confira e inspire-se!

Elabore algo de acordo com o perfil da turma

O primeiro passo para organizar uma aula de Educação Física ideal é entender o perfil da sua turma. É preciso conhecer os alunos, sua faixa etária, preferências e cultura local. Afinal, tudo isso influencia diretamente a identificação que eles vão ter com as atividades propostas e, consequentemente, a participação da turma como um todo.

O cronograma de atividades de uma escola pública na periferia precisa ser avaliado de forma diferente de um desenvolvido para uma escola particular em um bairro nobre. Afinal, os alunos têm realidades e demandas distintas para serem trabalhadas. Além disso, a estrutura oferecida por cada local, provavelmente, também será bem discrepante

Fique por dentro de novidades da área esportiva!

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

Entender quem são os seus alunos vai facilitar muito na hora de definir os objetivos da aula. Assim, é possível criar uma aplicação adequada dos conteúdos de acordo com a realidade daquele grupo. Por exemplo., uma turma da educação infantil vai ter necessidades diferentes de um grupo do ensino fundamental, e você precisa levar isso em consideração.

Pense em atividades para todos os alunos

Planejar atividades para todos os alunos, sem distinção de gênero, também é muito importante. Ainda é comum encontrar professores que dividem os esportes entre meninos e meninas. Com isso, acabam desestimulando a participação da turma como um todo.

Independentemente do sexo de cada um, os alunos podem gostar dos mesmos esportes. Assim, você, como professor, precisa trabalhar a igualdade entre eles, evitando competições ou comparações desnecessárias.

Durante a etapa de organização das aulas, pense em atividades que possam ser realizadas por todos e que despertem o interesse da grande maioria alunos — na medida do possível, é claro. O grande desafio é entender de que forma você pode deixar o conteúdo atrativo e acessível para a turma.

Faça aulas inclusivas

Por falar em acessibilidade, é muito importante criar um cronograma que tenha aulas mais inclusivas. Você tem algum aluno com necessidades especiais na turma? É essencial desenvolver estratégias para incluí-lo nas atividades, mostrando que a Educação Física pode ser uma disciplina para todos.

Se esse não for o seu caso, não tem problema. Ainda é possível pensar em temáticas inclusivas para as suas aulas. Assim, você conscientiza os alunos sobre a importância da acessibilidade e ainda estimula a criatividade para descobrir novos jogos e brincadeiras.

Cada vez mais é comum encontrar empresas e projetos que trabalhem a inclusão e a acessibilidade para todos. Por que não abordar isso em sala de aula? Essa pode ser uma oportunidade bem bacana para os alunos entenderem seus privilégios e as limitações enfrentadas por pessoas com deficiência.

Aborde novos esportes

A aula de Educação Física pode ser muito mais do que futebol, vôlei e handebol. Se você quer realmente se destacar nesse mercado, por que não começar a desenvolver o interesse dos alunos por outros esportes, como esgrima, xadrez e tiro com arco?

Sabemos que nem todas as escolas vão oferecer a estrutura necessária para a prática de alguns esportes específicos, mas você pode desenvolver um programa diferenciado e solicitar alguns ajustes ao longo do ano letivo. Além disso, existe sempre a possibilidade de trabalhar com material reciclado ou pedir o apoio de alguma empresa de bairro.

O importante é ampliar o horizonte e estar aberto a novas possibilidades. O trabalho com esportes não tão convencionais pode ser o estímulo que os seus alunos precisavam para se interessar ainda mais pelo conteúdo das aulas. Vale a pena fazer o teste!

Promova assuntos relacionados aos esportes

Além das aulas práticas e teóricas sobre esportes, uma boa dica é promover o debate sobre temas relacionados a esse assunto, mas que nem sempre são abordados, como alimentação, aceitação e cuidados com o corpo. Já pensou que interessante seria fazer um seminário temático com os seus alunos?

Nos últimos anos, diversos assuntos relacionados à aceitação e ao autocuidado entraram em debate. Essa pode ser uma ótima oportunidade para você trabalhar a saúde de uma forma mais abrangente com a turma, principalmente para alunos com uma faixa etária maior.

Assim, estimule a pesquisa sobre alimentação saudável e faça debates sobre bullying, distorção de imagem e transtornos alimentares. Esses são assuntos muito relevantes, que muitas vezes são deixados de lado pelos professores por “fugirem” das práticas esportivas.

Realize ações sociais com os alunos

Por último, mas não menos importante, por que não usar as suas aulas de Educação Física para promover a realização de ações sociais com os seus alunos? É possível focar em reciclagem, preservação do meio ambiente, desperdício de alimentos, entre outras coisas.

Além de contribuir para o desenvolvimento pessoal dos estudantes, esse tipo de atividade costuma gerar um grande interesse e ter uma boa adesão de participação, envolvendo pais, professores e até mesmo a comunidade ao redor das escolas.

Uma boa dica é conversar com diretores e coordenadores sobre as melhores ações sociais para serem trabalhadas. Assim, essa atividade pode ir além da sala de aula e se transformar em um grande projeto, envolvendo toda a escola.

Bem bacana, não é mesmo? Como você pôde perceber, o que não faltam são boas ideias para transformar o seu cronograma. Mas lembre-se da importância da elaboração de um planejamento para a melhoria e o acompanhamento do desempenho dos alunos durante as aulas. Assim, é possível controlar as atividades que estão sendo feitas e seus resultados.

Ainda tem dúvidas ou quer saber mais sobre como organizar uma ótima aula de Educação Física? Confira o nosso próximo artigo e descubra como promover a inclusão nas suas atividades escolares.

Powered by Rock Convert

Fique por dentro de novidades da área esportiva!

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

Sobre o autor

Unisport Brasil

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This