Entenda como funciona o sistema de defesa do voleibol
Vôlei

Entenda como funciona o sistema de defesa do voleibol

Escrito por Unisport Brasil

Você tem dificuldades para ensinar o sistema de defesa do voleibol para os seus alunos? Ao mesmo tempo que esse é um dos esportes mais praticados no Brasil, a sua exigência técnica torna difícil o aprendizado para os atletas iniciantes.

Contudo, existe uma máxima no mundo esportivo que diz: “ataques ganham partidas, defesas ganham campeonatos”. Nesse contexto, os jogadores precisam ser motivados a treinar os fundamentos, para gerar o maior número de oportunidades de ataque e contra-ataque para a sua equipe.

Preparamos um guia para você ensinar as táticas de defesa para os seus alunos. Continue a leitura e aproveite as informações!

Qual é a importância da defesa no voleibol?

A dinâmica do jogo de vôlei aumenta a relevância da defesa para as vitórias. Como não há contato físico e as equipes são responsáveis por sacar quando pontuam, ter a oportunidade de atacar para abrir dois pontos de vantagem é um diferencial importante.

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas!

Isso explica a existência de uma posição voltada somente para a defesa. O líbero foi introduzido oficialmente pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) em 1993 e a sua função é completamente defensiva: não é permitido atacar, sacar e só pode ocupar as três posições no fundo da quadra — precisa ser substituído quando avança no rodízio.

Ao mesmo tempo, a defesa precisa ser eficiente no momento do passe, que é o primeiro toque depois de receber o saque adversário. Os erros de recepção estão entre as causas mais comuns de perda de pontos e, quando a bola chega “quebrada”, o levantador encontra problemas para achar os atacantes.

Todos os jogadores devem ficar atentos durante a ação defensiva — mesmo o levantador. Em geral, aqueles que estão posicionados na rede sobem para bloquear o ataque adversário, enquanto os restantes se espalham na quadra para fazer a cobertura e tentar o contra-ataque.

Quais são os fundamentos de defesa no voleibol?

O defensor no voleibol tem muitos recursos para manter a bola viva. Apesar da dificuldade de parar os ataques que ultrapassam os 100km/h, os atletas desenvolvem a sua parte técnica para se posicionar e fazer o movimento correto, o que permite a reação do restante do time.

Conheça, abaixo, os fundamentos de defesa e veja como aplicá-los!

  • bloqueio: é a elevação vertical dos jogadores na rede para conter o ataque adversário; em geral, o central é a posição com melhor aproveitamento nesse fundamento;
  • recepção: ato de receber o saque adversário e preparar a equipe para o ataque; o líbero é o principal responsável;
  • manchete: é um fundamento usado nas situações de defesa e recepção; o atleta deve colocar uma mão sobre a outra e juntar os polegares na mesma direção;
  • toque: principal fundamento de passe, serve para defender as bolas mais altas e acelerar a troca de passes;
  • pés: ao contrário de outros esportes, o pé é permitido no voleibol, mas só deve ser utilizado em situações extremas, a fim de manter a bola em jogo;
  • rolamento: depois de fazer uma defesa próxima ao chão, o jogador deve rolar com as costas para evitar lesões;
  • peixinho: para defender bolas mais distantes, o jogador se atira de peito no chão, como se estivesse mergulhando.

Quais são os sistemas de recepção de saque?

Pelas regras do voleibol, os jogadores devem ficar dispostos na quadra conforme o rodízio (1 a 6) — eles só podem se movimentar depois que a bola entrar em jogo. Contudo, existem estratégias para espalhar os atletas, sem que eles desobedeçam ao seu posicionamento ideal.

Um exemplo é o levantador: como ele é o responsável pelo segundo toque, não deve fazer a recepção. Por isso, ele fica atrás da linha de defesa (quando está no fundo) ou próximo à rede (quando está na frente), para que a bola não venha na sua direção.

Conheça os sistemas de recepção mais conhecidos entre as equipes:

  • sistema W: recomendado para iniciantes, com cinco jogadores em W no fundo da quadra e o que sobrou na rede para fazer o passe;
  • recepção em semicírculo: nessa variação do W, cada um dos cinco jogadores é responsável por um trecho da quadra;
  • sistema com quatro receptores: usado para deixar o levantador e o atacante principal livres; os quatro responsáveis pela defesa se posicionam em semicírculo no fundo;
  • sistema com três receptores: é uma tática avançada que libera, além do levantador e o atacante, o oposto. Esse último fica atrás da linha de defesa, formada por três atletas.

Como ensinar o sistema de defesa do voleibol para os alunos?

O voleibol é um esporte muito técnico, então, o professor pode encontrar mais dificuldades para ensinar os fundamentos nas primeiras aulas. A primeira dica é demonstrar, de forma prática, como são os movimentos e incentivar os alunos a repetir. O posicionamento do corpo e das mãos é essencial.

Nas aulas seguintes, o exercício de ataque e defesa em duplas pode ser inserido, mas em velocidades pequenas. O objetivo é que um dos alunos faça o corte e o outro se movimente para fazer a recepção — a bola deve voltar para o companheiro, que faz o levantamento e mantém o ciclo.

Com o tempo e o costume maior com o esporte, os alunos podem aprender o sistema de defesa do voleibol. O exercício mais comum é posicionar seis atletas do outro lado da rede e sacar, com o objetivo de fazer os três toques e devolver a bola. Lembre-se de que a comunicação é peça-chave nessa estratégia.

Posteriormente, os alunos podem ser dispostos em duas equipes para a realização das partidas, com as posições de cada um definidas. O professor deve orientar a movimentação e parar os lances, sempre que observar alguma movimentação errada, como erros táticos ou de fundamento.

Ensinar corretamente o sistema de defesa do voleibol é fundamental para melhorar o rendimento da equipe. Em um esporte tão competitivo, conseguir manter a bola em quadra o maior número de vezes possível é o caminho mais rápido para conquistar a vitória nos jogos.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para as suas aulas. Que tal compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais para informar os seus amigos sobre o voleibol?

Quer se tornar um especialista da área esportiva?

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas!

Sobre o autor

Unisport Brasil

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This