Quais são os principais desafios de um jogador durante a sua evolução no futebol?
Futebol

Quais são os principais desafios de um jogador durante a sua evolução no futebol?

Escrito por Unisport Brasil

Tornar-se um jogador de futebol profissional é o desejo de muitos garotos em todo o mundo. Contudo, para trilhar um caminho de sucesso, alguns desafios são enfrentados durante a evolução.

Aos que sonham em fazer parte de grandes times, ter salários exorbitantes e reconhecimento público, o caminho a trilhar é árduo e, nem sempre, viável. É necessário muito empenho, dedicação, preparo físico e foco.

Pensando nisso, apresentaremos neste artigo os desafios da carreira de jogador, destacando o processo de evolução no futebol profissional e como o treinamento a longo prazo é uma relação importante para o crescimento do atleta. Acompanhe o texto e saiba mais sobre o assunto!

A importância de pensar em treinamentos a longo prazo

A preparação esportiva não é um acontecimento pontual e rápido, mas um processo de longo prazo, planejado e sistematizado. A capacidade de desempenho de um jogador é determinada pelas capacidades físicas, habilidades técnico-esportivas e táticas, conhecimento intelectual do atleta e a maneira como ele lida com o que acontece à sua volta.

Fique por dentro de novidades da área esportiva!

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

Dessa forma, a evolução gradual é uma condição para que as progressões exigidas sejam estáveis, eficazes e para que possam ser preparados adequadamente. Quando o treinamento desportivo é realizado a longo prazo, é possível conhecer melhor o atleta e sua funcionalidade, pois dependendo da função que um jogador exerce, muitas mudanças ocorrerão no seu corpo. 

O processo de crescimento de um jogador profissional

Como vimos, a evolução de um jogador de futebol acontece a longo prazo. Do início do processo à alta produtividade, o atleta que passa a competir em um nível profissional normalmente investiu muito tempo em treinos e competições para alcançar essa posição.

Manter-se focado nos treinos e dedicar-se para aprimorar, sem dúvida, é um dos principais fatores para quem deseja crescer na carreira. Mesmo apresentando um grande potencial e sendo um jogador talentoso, sem dedicação incansável aos treinos, as chances de crescer profissionalmente se tornam menores.

Em geral, a habilidade com a bola aparece logo nos primeiros anos escolares, por volta dos 10 anos. Desse momento em diante, as crianças são acompanhadas em escolinhas e por avaliadores até iniciar os processos seletivos dos clubes, conhecidos como “peneiras”.

Nessa trajetória, a disputa é grande e muitos obstáculos são enfrentados. Afinal, centenas de meninos concorrem a uma única vaga. Para fazer parte dessa escalada, participando de competições amadoras até conquistar as categorias de base, com chances de ser relacionado na equipe principal, é necessário atender alguns requisitos. São eles:

  • preparo físico de um atleta profissional, para passar nos testes de aptidão;
  • pensamento positivo e autoconhecimento para evitar atritos e problemas com a equipe;
  • bons empresário e agenciadores;
  • paciência para esperar a oportunidade certa;
  • ampliar as chances, conhecendo novos caminhos e possibilitando novos contratos;
  • não deixar de aprimorar sua condição de atleta. 

Os principais desafios da carreira

Veja alguns obstáculos que o jogador precisa superar durante seu tempo dentro de campo.

Idade

Uma das principais dúvidas de quem está tentado iniciar uma carreira profissional é se existe uma idade ideal para ser jogador. É fato que quando mais cedo você começa a se preparar para as peneiras, maiores serão as chances de ter uma carreira de sucesso. No entanto, nem todos que começaram aos 10 anos são jogadores atualmente. Há períodos adequados para começar nas categorias de base, mas há quem já alçou voos no profissional após os 20 anos.

Formação esportiva

Com relação à formação atlética, é possível notar que uma das características dos atletas profissionais é a especialização excepcional das práticas e das funções específicas dentro do sistema. Para isso, é necessário definir uma metodologia, o produto final, o seu objetivo, as opções disponíveis, entre outros aspectos.

Por meio dessas decisões pode-se produzir um bom atleta, não só em questão de jogo, mas de caráter pessoal. Portanto, a formação é um processo de desenvolvimento em diversas áreas.

Avaliações

As avaliações realizadas pelos times baseiam-se na identificação do desempenho do jogador e da inteligência tática, e de modo geral são bastante rigorosas. Muitos jovens passam por inúmeros testes até conseguirem uma oportunidade, são momentos de vitória e de derrota, altos e baixos. Por isso, é preciso saber lidar com as reprovações e os momentos difíceis e não se desestabilizar, pelo contrário, treinar e se preparar ainda mais.

Abdicação de momentos e rendimento escolar

Quando um jovem escolhe a carreira de jogador de futebol, ele tem que estar disposto a abrir mão de muitos momentos importantes da sua vida, como estar com a família e os amigos ou ingressar nos estudos.

A fase entre 17 e 20 anos é geralmente quando o jovem se encontra numa situação delicada acerca da escolha que deve fazer. Nessa fase, existe uma crise existencial muito grande, na qual o jovem fica indeciso entre fazer vestibular, começar a trabalhar ou seguir treinando.

Uma coisa é certa: abrir mão dos estudos não é a melhor opção. É preciso tentar conciliar estudos e treinos, e somente focar 100% no futebol quando for algo certo. Afinal, o futebol vai além da habilidade e da força física, é preciso ter uma boa formação para saber qual a melhor jogada. 

Contrato profissional

Outro desafio que os jogadores enfrentam diz respeito ao contrato profissional. A princípio, o maior deles é de curto prazo, em clubes pequenos e com salários baixos, só com o tempo é que a realidade pode mudar.

É importante ressaltar que se tornar um jogador de futebol profissional não é sinônimo de contratos milionários e carreira internacional. A maioria dos jogadores atua em times pequenos e recebem um salário moderado, sobretudo no início do processo.

Além disso, muitos empresários tentam tirar vantagem de quem está iniciando. Por isso, é importante ter um bom treinador no processo, um agente credenciado pela Fifa ou pedir orientação jurídica no sindicato de atletas.

Por fim, nota-se que, para ter evolução no futebol e alcançar um nível de excelência, muitos obstáculos devem ser enfrentados. Contudo, vale lembrar de que quanto maior o desafio, maior o esforço que deve ser feito para conquistar aquilo que realmente deseja. No fim, tudo vale a pena!

Agora, aproveite e siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar todas as atualizações. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e Youtube.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Fique por dentro de novidades da área esportiva!

Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

Sobre o autor

Unisport Brasil

Deixar comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Share This
/* ]]> */