Preleção: veja como motivar os atletas antes das partidas

A preleção é um discurso prático com o propósito de motivar e educar um grupo de atletas. A ideia é conseguir instaurar uma mentalidade competitiva que perdure por toda uma partida (ou campeonato), fazendo com que a performance esportiva tenha um aumento exponencial. Saber como motivar e fazer esse tipo de discurso exige bastante do treinador, que além de entender sobre seus jogadores, precisa criar um senso de urgência e de propósito para aqueles que estão dentro de campo.

Em suma, existem vários conteúdos que devem ser dominados para que uma preleção seja eficiente, como o desenvolvimento da oratória e alguns conceitos psicológicos sobre a origem e a manutenção da motivação. Apesar disso, um dos maiores fatores para a instauração de um bom discurso é a confiança e a relação entre treinador e jogador. Com um relacionamento bem estabelecido, é possível tocar no emocional dos atletas de maneira ímpar, criando uma equipe concisa e capaz de superação dentro e fora do campo.

Neste post, falaremos mais sobre como você pode fazer um discurso eficaz e bem construído, abaixo falaremos sobre algumas dicas essenciais. Gostou da ideia? Continue sua leitura até o fim!

Planeje um discurso previamente

Quando falamos de motivação, dificilmente o improviso funciona. Por vezes, é possível encontrar jogadores bradando palavras de ordem ou até mesmo clichês que são motivacionais, mas esse “gás” extra é momentâneo e dificilmente se sustenta por toda a partida. Por isso, o ideal é não contar com a sorte ou com um momento ímpar para fazer uma preleção. Construa um discurso baseado na história da preparação dos seus atletas e seja o mais próximo possível da realidade.

Lembre os detalhes, as superações passadas, o trabalho duro e, principalmente, a razão pela qual todos estão ali trabalhando por um mesmo ideal. Somente com essas dicas, você será capaz de criar um discurso novo e individualizado para sua equipe. Afinal, não há nada pior que um discurso pronto e genérico replicado muitas vezes.

Por isso, atente-se com o que acontece ao longo das semanas e, principalmente, entenda quais são as motivações e as vitórias que ocorreram ao longo do ano. Também, não deixe de mencionar o que acontece ao ganhar o campeonato ou a partida decisiva, tudo isso ajuda a entregar uma energia extra para os atletas que entrarão em campo ou na quadra.

Mantenha uma postura de liderança diante dos atletas

Líderes lideram. Parece redundante, mas é bem nítido o que acontece quando um treinador perde o controle da sua equipe: os jogadores ficam desmotivados, fazem o que querem, não respeitam o planejamento e dificilmente ficam motivados para dar seu máximo. Ter uma postura proativa e positiva não é só uma questão de “boas maneiras” ou de otimismo barato. Esse é o “colchão” que amortece o peso da responsabilidade que cada atleta carrega consigo durante sua jornada esportiva.

Induzir a superação e a perseverança a todo momento é o melhor que podemos fazer, principalmente quando há uma competição em campo. Afinal, se for para perder, que seja de uma forma respeitosa e com grandes emoções, caso contrário, o que resta é o fracasso e a sensação de que era possível ir mais longe. Quase sempre, esse arrependimento causa uma dor ainda maior que a perda de uma partida ou até mesmo do campeonato.

Além disso, não podemos deixar de mencionar que o treinador é sempre o maior responsável pelas vitórias e pelas derrotas, portanto, ele deve entender e absorver essas incertezas do resultado. Manter essa postura gera positividade e faz com que os atletas se sintam seguros para ousar e para simplesmente jogar de forma mais criativa — que, no fim, é o que todos queremos ver, tanto a comissão técnica quanto os expectadores e os demais interessados no esporte.

Cite exemplos reais e palpáveis

Fazer um discurso de preleção só com palavras motivacionais é outro erro catastrófico. O “você consegue”, “eu acredito em você”, “nós podemos ganhar” e demais frases podem perder seu valor se não forem acompanhadas de exemplos reais. Sem esses exemplos, o discurso fica vazio e completamente falacioso.

Por isso, durante seu planejamento, inclua exemplos completamente reais e palpáveis sobre superação durante sua preleção. O ideal é fazer um mix de grandes cases de sucesso e incluir exemplos da equipe ao longo da temporada. Fazer essa ligação é extremamente importante e é um dos maiores fatores que geram a motivação que você e seus jogadores precisam.

Lembre quanto seus jogadores trabalharam duro para chegar até essa partida e sobre como grandes atletas fizeram o mesmo. No basquete, podemos citar várias histórias de Michael Jordan (como quando ele precisou dar duro para conseguir ser aceito no time depois de ter sido rejeitado na seleção), Kobe Bryant (e como ele não consegue aceitar derrotas) ou até mesmo do grande ídolo brasileiro Oscar (que quase sempre dizia que quanto mais treinava, mais “sorte” ele tinha com seus famosos arremessos).

Essa conexão é extremamente poderosa e faz com que seus jogadores também sintam que eles são capazes de conseguir grandes resultados, desde que se esforcem para isso. Afinal, outros fizeram e por que com eles seria diferente?

Incentive a cooperação e a importância do trabalho em equipe

Por fim, não deixe de incentivar a cooperação constante e a importância do trabalho em equipe. Em esportes de grupo, sabemos muito bem que um erro individual pode provocar resultados desastrosos para todo o time, assim como lances positivos e vitórias também podem surgir de maneira semelhante e inesperada.

Por isso, é sempre importante manter a positividade e o encorajamento coletivo. Todos jogam por todos e é essa união que garante que as vitórias possam acontecer de maneira mais acertada. Seguindo todas essas orientações, temos certeza que seu discurso será um sucesso e potencialmente um momento inesquecível para aqueles que estão em campo.

Não se esqueça de aliar a preleção com um planejamento estratégico apropriado e pautado na ciência. Lembre-se de que a qualificação e a constante busca por novos métodos de treinamento devem ser sua base como treinador qualificado e preparado para esse mercado.

Gostou do post? Entre em contato conosco e conheça alguns dos nossos cursos! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

4 Comentários

  1. Muito bom, interessante, não sabia a importância desse fundamento.

    1. Obrigado Raimundo, que bom que você gostou.
      Abraço

  2. Texto rápido e objetivo,porém muito rico para técnicos
    muito grato a todos que fazem a Unisport Brasil

    1. Muito obrigado Fabiano.
      Grande abraço.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.