Professor de natação: 6 dicas para melhorar sua performance! Professor de natação: 6 dicas para melhorar sua performance!
Natação

Professor de natação: 6 dicas para melhorar sua performance!

Escrito por Unisport Brasil

A natação é uma prática realizada na água para promover a saúde das pessoas que gostam desse esporte. Trata-se de uma importante atividade física que gera vários benefícios por movimentar a musculatura e as articulações do corpo humano. A modalidade pode ser praticada por pessoas de todas as idades, desde que sejam acompanhadas por um professor especializado.

Neste post, vamos apresentar 6 dicas que vão ajudar o professor de educação física a se tornar um excelente instrutor de natação. Além disso, vamos falar sobre a importância de um bom planejamento aquático antes da realização das aulas e trazer dicas para o aperfeiçoamento do educador físico. Aqui, você vai encontrar detalhes sobre materiais auxiliares, aquecimento, alongamento muscular etc.

Conheça as principais dicas para melhorar as suas aulas de natação

As aulas de natação geram inúmeros benefícios aos praticantes por se tratar de um dos exercícios mais completos para o corpo. Os participantes conseguem trabalhar todas as articulações e músculos e ter mais saúde. Além do mais, a prática eleva a autoestima e permite a diversão dos alunos. Confira, a seguir, as dicas para melhorar as aulas de natação!

1. Não entre na água

O professor não deve entrar na água para ter um controle maior dos alunos que estão dentro da piscina. Não importa a idade e o nível de conhecimento das pessoas, afinal de contas, são elas que precisam se exercitar. Procure dar as aulas com roupas comuns, calça jeans, sapato ou tênis. Se estiver frio não deixe de se agasalhar adequadamente.

    Fique por dentro de novidades da área esportiva!

    Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

    2. Siga uma linha de raciocínio macro

    Faça um alinhamento das suas aulas de natação para viabilizar o aprendizado dos seus alunos. Seguindo uma linha de raciocínio macro, você conseguirá organizar crianças, adolescentes, adultos e idosos para que todos compreendam os conteúdos repassados nos treinamentos. Defina as fases que devem ser seguidas e informe a sua equipe a esse respeito.

    3. Busque constante capacitação

    Invista em capacitação constantemente. Os melhores professores sempre aprendem e adquirem novos conhecimentos de qualidade para aperfeiçoar as suas técnicas. Faça treinamentos extras, participe de congressos e realize cursos ao longo do ano. Se precisar de alternativa, localize bons livros sobre a área e leia para se manter atualizado.

    4. Invista em materiais auxiliares

    Os materiais auxiliares precisam ser adequados para que a sequência dos seus programas de aula seja cumprida. Analise os pontos mais importantes, por exemplo, se você tem material suficiente disponível, se as plataformas são apropriadas e se a área lúdica destinada às crianças está em dia. Os equipamentos de natação contribuem bastante para o desempenho dos alunos.

    Os trajes mais utilizados são sungas e maiôs resistentes ao cloro, os quais devem oferecer pouco atrito. Os óculos são indispensáveis para a proteção e conforto visual e precisam se encaixar perfeitamente no rosto dos nadadores. Já a touca pode ser de silicone, para manter os cabelos presos e longe dos produtos colocados na água.

    5. Incentive uma alimentação balanceada

    Fale com os seus alunos para que eles tenham uma alimentação saudável e equilibrada se quiserem ter bons resultados com as aulas de natação. Duas horas antes do treinamento, é necessário ingerir carboidratos e água. Nenhum exercício pode ser praticado em jejum e interferir no índice glicêmico, visto que a falta de energia pode prejudicar o rendimento. Sugira a ingestão de iogurte, fruta ou sanduíche natural.

    A falta de água no organismo durante aulas de natação causa desidratação em atletas de esporte aquático. Uma garrafa de água pode ser colocada na beira da piscina para que os alunos bebam o líquido durante as pausas no treinamento. Os carboidratos aumentam a resistência física e adiam o cansaço. Depois do treino, é aconselhável se alimentar de proteínas, lipídios e carboidratos.

    6. Faça os alunos aquecerem antes do treino e alongarem após

    Antes de iniciar o treinamento, é preciso fazer um aquecimento de, no mínimo, 10 minutos nadando com técnica e de modo suave. Com isso, o fluxo sanguíneo na musculatura vai aumentar e as articulações ficam lubrificadas. No fim dos treinamentos, é crucial executar os alongamentos para relaxar os músculos fadigados pelo treino e evitar lesões.

    Entenda a importância de contar com um planejamento aquático

    As academias ou clubes de natação enfrentam dificuldade na execução de ações que visam o acompanhamento pedagógico dos seus alunos. Para superar esses problemas, muitos professores tentam unir a sua força de vontade à criatividade e ao conhecimento técnico com o objetivo de encontrar soluções. Todavia, o monitoramento das atividades deve fazer parte dessas tentativas. 

    Superação das falhas

    Algumas condições interferem diretamente nos resultados originados por planejamentos falhos. São elas a falta de treinamento das equipes envolvidas, a falta de organização das aulas, as dificuldades de investimentos, entre outras. Caso você queira mudar essa situação, comece planejando as suas aulas, que serão supervisionadas enquanto os alunos ganham independência. 

    Aumento do comprometimento

    Existem várias linhas pedagógicas com procedimentos diferenciados a serem cumpridos pelos profissionais da educação. O planejamento aquático deve ser elaborado para o desenvolvimento e o aprendizado dos alunos que fazem aulas de natação. As etapas do processo são úteis para aumentar o comprometimento dos alunos e permitem melhorar as suas condições físicas.

    Manutenção do empreendimento no mercado

    O uso de métodos estratégicos na Educação Física ajuda a manter o estabelecimento em pleno funcionamento. Por meio do planejamento, os professores conseguem mensurar indicadores, registrar o progresso dos nadadores e identificar o que ainda pode ser feito para aperfeiçoar as sessões.

    Organização das aulas

    Apesar do fato de que muitos alunos conseguem se organizar na piscina e desenvolver sozinhos a sua capacidade de percepção, eles precisam conhecer as fases pelas quais vão passar até alcançar as suas metas. Procure não interromper as aulas após ministrar os exercícios e estimule os seus clientes a ficarem atentos em suas atividades.

    Os exercícios planejados funcionam automaticamente e evitam constrangimentos. Contudo, sempre deixe bem claro o que pode e o que não deve ser feito durante as aulas. Se um aluno faz algo que não foi solicitado, como um movimento incorreto, alerte-o imediatamente para que não volte a repetir o mesmo erro.

    Enfim, agora você já sabe quais são as 6 dicas para melhorar a sua performance como professor de natação. Faça uma especialização ou invista em cursos de qualidade para alavancar a sua carreira e sair na frente dos seus concorrentes. Os melhores educadores físicos são aqueles que estão em constante aprendizagem e buscam o seu aperfeiçoamento profissional.

    Deseja obter mais informações relacionadas às aulas de natação? Então, baixe este e-book e divirta-se com as nossas dicas! 

    Powered by Rock Convert

      Fique por dentro de novidades da área esportiva!

      Assine e receba informações gratuitas sobre treinamentos e as melhores práticas esportivas.

      Sobre o autor

      Unisport Brasil

      Deixar comentário.

      Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

      Share This